Saiba Mais

FIMAI 2010 propiciou negócios de R$ 1,1 bilhão

Edição 2010 bateu recordes. Em 2011, a FIMAI será realizada de 8 a 10 de novembro no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo.

A XII FIMAI – Feira Internacional de Meio Ambiente e Sustentabilidade, a maior da América Latina no setor, apresentou excelentes resultados. Foram contabilizados cerca de 36 mil visitantes durante os três dias de evento, sendo a maioria, profissionais da área ambiental e especialistas no assunto. Quanto ao número de negócios, o valor calculado para este ano é 30% maior que o de 2009, representando um total aproximado de R$ 1,1 bilhão.

Reunindo mais de 400 expositores, a XII FIMAI superou as expectativas da edição anterior, de acordo com o diretor executivo, Julio Tocalino Neto. “Como sempre, a feira está crescendo muito em número de visitantes e congressistas qualificados. Em 2009 tivemos dois seminários paralelos, nesta edição tivemos sete, esse aumento mostra, além do crescente interesse de instituições em disseminar o conhecimento socioambiental, o número de pessoas interessadas em adquirir e disseminar esse conhecimento. No total tivemos 1,2 mil congressistas. Também contamos com a presença de muitos expositores que participaram pela primeira vez e já apresentaram resultados positivos”, declarou.

A XII FIMAI congregou sete eventos paralelos, os já tradicionais XII SIMAI – Seminário Internacional de Meio Ambiente Industrial e Sustentabilidade e VI Recicle Cempre – Seminário de Resíduos; e os inéditos: Seminário Internacional sobre Regulamentação de Mercado de Emissões Atmosféricas da A&WMA; o I Workshop Rede Senai Provedora de Soluções Ambientais Tecnológicas, promovido pelo SENAI Nacional; o Desk Green Economy Projeto Desenvolvimento Sustentável Bilateral 2010, da Câmara Ítalo-Brasileira; o Workshop sobre Bens e Serviços Ambientais, promovido pelo MDIC – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; e o Fórum – Israel NewTech: Água e Energias Renováveis, um fórum e encontro com empresas israelenses promovido pela Missão Econômica do Consulado de Israel no Brasil, juntamente com a Câmara Brasil-Israel de Comércio e Indústria.

Entre as autoridades presentes nos três dias da feira estava o Vereador Gilberto Natalini, que ressaltou a importância do evento em diferentes aspectos. “A Fimai e seus eventos paralelos tratam de assuntos cruciais à sociedade e esta prática é de fundamental importância. Como, por exemplo, a questão do aproveitamento do potencial energético do lixo, que com a nova lei de Política Nacional de Resíduos Sólidos, está trazendo uma revolução no tratamento de resíduos, e as empresas que estão expondo na Fimai desenvolvem esta ideia com transparência e pioneirismo”, destaca.

Ferdinando Fiori, diretor da área de Bens de Capital, Tecnologia e Serviços do ICE – Instituto Italiano para o Comércio Exterior, anunciou oficialmente, durante a abertura do XII SIMAI, o projeto “A arte da Sustentabilidade”, que será a maior e mais abrangente exposição internacional da tecnologia italiana no campo da sustentabilidiade, e antecipará uma série de eventos que serão realizados em 2011, por conta das comemorações do ano Itália-Brasil.

Eduardo San Martin, diretor do Departamento de Meio Ambiente do Ciesp – Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, parabenizou a organização do evento e ressaltou a importância da inciativa. “O trabalho que o Tocalino Neto desenvolve é muito importante e é uma oportunidade de mostrar à sociedade e ao empresário brasileiro o que há de mais moderno em tecnologias ambientais no mercado sem ter que, para isso, sair do país. A gestão ambiental nas indústrias é facilitada com eventos deste porte. Além disso, a revista Meio Ambiente Industrial exerce um grande papel na temática ambiental e o conjunto de apresentações teóricas no Simai também oferecem grandes oportunidades e soluções às empresas. O mais importante é investir de maneira inteligente no meio ambiente e a feira explícita este caminho”, ressalta.

Expositores Internacionais

Com as presenças de 16 delegações internacionais representadas por empresas da Itália, Alemanha, Japão, Espanha, República Tcheca, Dinamarca, China, Estados Unidos, Noruega, Inglaterra, Reino Unido, Holanda, Canadá, Finlândia, Áustria e Argentina – que mostraram, com 102 empresas participantes, todas as novidades entre produtos e serviços ligados à área ambiental, mais uma vez ressaltou o fortalecimento e expansão no cenário mundial em prol da conservação ambiental e colocou o Brasil em destaque na agenda ambiental desses países.

Valeria Martinez, representante do Consulado Geral Britânico – Reino Unido, destacou que participar da FIMAI é importante não só pelo destaque que a feira possui, mas também por promover as iniciativas do empresariado brasileiro no setor. “Além de estarem interessadas no mercado ambiental brasileiro, as empresas britânicas aproveitam para estreitar o relacionamento com os clientes e fazer novos contatos”.

Para a delegação da Alemanha, que trouxe cinco empresas para a feira, o evento é o melhor lugar para encontrar as empresas latino-americanas interessadas em fazer negócio com as companhias alemãs no setor ambiental. “A vantagem em participar da FIMAI é que temos a tranqüilidade de dizer que é a maior feira de Meio Ambiente da América Latina e o público também é mais seleto”, ressalta Ricardo Rose, representante da AHK – Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha.

Já para a Itália, o objetivo em participar da feira foi o de atrair novos relacionamentos no mercado ambiental brasileiro, que é muito promissor na opinião dos representantes italianos.

Por sua vez, o Japão contou com companhias de destaque no cenário mundial, moldadas pelas inovações que prezam em prol da conservação de recursos naturais. Atentos à exposição na maior feira de meio ambiente industrial e sustentabilidade da América Latina, as empresas objetivaram a sinergia entre a tecnologia japonesa e o espírito moderador em relação ao consumo brasileiro de bens naturais. Para tanto, a Kawasaki, por exemplo, trouxe ao evento motores movidos a gás que recuperam calor residual para geração de vapor, além de outros produtos.

Enviar por email Enviar por email